Rock in Rio adota certificação voltada à sustentabilidade e redução nas emissões de carbono na atmosfera

Certificação ISO 20121 permite identificar, reduzir e eliminar os impactos potencialmente negativos de grandes eventos nas esferas ambiental, social e econômica, e calcula os impactos positivos de ações de sustentabilidade

Em meio às discussões que envolvem a Conferência do Clima da ONU (COP 26) sobre as reduções de emissões de gases de efeito estufa (GEE), grandes eventos mundiais começam cada vez mais a se preparar para diminuir o impacto de emissões de carbono na atmosfera. É o caso do Rock In Rio, um dos maiores eventos de música e entretenimento do planeta, que conta com a certificação ISO 20121 voltada à sustentabilidade.

No evento, que acontece em Lisboa e no Rio de Janeiro, a preocupação com o meio ambiente vem desde 2006, quando se iniciou a redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera e, em 2013, passou a ser uma ação certificada pela empresa portuguesa APCER que passou a mensurar a quantidade de resíduos que deixaram de ser lançados na atmosfera em razão de políticas sustentáveis adotadas pelo Rock in Rio.
Na edição brasileira de 2013 do Rock In Rio, foram evitados o lançamento de nove mil toneladas de CO2 na atmosfera, otimizando gastos com eletricidade e combustíveis no local do evento, mais o tratamento de resíduos e o deslocamento do público, além do transporte dos artistas, empresas parceiras, lojistas, fornecedores e transporte de cargas.

Os créditos de carbono, um dos principais temas em discussão na COP 26 – que transforma cada tonelada de redução de GEE em moeda negociável, podendo ser comercializada internacionalmente -, foram destinados para substituir o uso de combustíveis fósseis por biomassa, material renovável que gera energia limpa, em um projeto ambiental certificado.

Conhecida internacionalmente, a ISO 20121 é a certificação que fornece uma estrutura para identificar, reduzir e eliminar os impactos potencialmente negativos de eventos de todos os tipos, nas esferas ambiental, social e econômica, como geração de grandes volumes de resíduos, desperdício de materiais, consumo excessivo de recursos (água e energia) e problemas para as comunidades envolventes.

Sua função também é voltada para maximizar os impactos positivos desses eventos, como a geração de uma ampla gama de benefícios públicos, comunitários e econômicos, através de um melhor planejamento e de processos melhorados. É aplicada a todos os integrantes da cadeia de fornecimento da indústria de eventos, incluindo organizadores, gestores de eventos, construtores de stands e operadores logísticos.

A diretora-executiva da APCER Brasil, Alessandra Gaspar, explica que a certificação de eventos é benéfica para sociedade, meio ambiente e empresa. “Mais que a implementação de uma cultura de melhoria contínua para as organizações, públicas ou privadas, e mitigar os impactos ambientais, também pode resultar em economia financeira”, explica.

“Nossa parceria com o Rock In Rio é gratificante, pois nosso propósito é de cuidar do planeta e proporcionar competência e confiança à sociedade. Para isso, a APCER trabalha com mais de 80 normas e condutas para certificações, com temáticas de sustentabilidade ambiental, segurança alimentar, proteção de dados, entre outras”, conclui Alessandra Gaspar.

Sobre a APCER

A APCER é uma empresa de origem portuguesa, reconhecida mundialmente como um dos principais prestadores de serviços de certificação, auditoria e educação e formação. A organização oferece soluções de valor a instituições de qualquer setor de atividade, permitindo que se diferenciem em um mercado cada vez mais complexo e em constante mudança. Conheça mais sobre os serviços oferecidos em www.apcergroup.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *