LafargeHolcim reforça compromisso com meio ambiente e promove conscientização de colaboradores

No Mês Mundial do Meio Ambiente, empresa realiza evento sobre consumo consciente e apresenta suas iniciativas e produtos com redução de emissões de CO2

No Mês Mundial do Meio Ambiente, a LafargeHolcim Brasil reforça seu compromisso com o desenvolvimento sustentável e as gerações futuras. A empresa vai promover a conscientização de seus colaboradores sobre a importância do consumo consciente dos recursos naturais, por meio de atitudes para evitar o desperdício, como: rodízio de caronas para o trabalho e separação do lixo para reciclagem, entre outros. Na ocasião, serão apresentados ainda as ações que a companhia desenvolve no dia a dia das operações, para otimizar o uso dos recursos naturais.

“Há mais de 20 anos, desenvolvemos ações focadas no meio ambiente, que se aprimoraram ao longo do tempo com as políticas de ESG. Cada vez mais, investe-se em tecnologia e conhecimento, agindo em várias frentes e estabelecendo metas ambientais robustas, como atingir o net zero. Os resultados são vistos nos nossos processos de fabricação e nos produtos disponibilizados ao mercado, com menor emissão de CO2 se comparado aos cimentos tradicionais. Este mês, vamos trabalhar a conscientização dos nossos funcionários e também apresentar exemplos do que já fazemos no dia a dia das nossas operações, como transporte coletivo fretado, controle de estoques, reciclagem do lixo e adoção de documentos eletrônicos”, explica Bruno Hallak, gerente de Sustentabilidade da LafargeHolcim Brasil.

Tendo a sustentabilidade como pilar, a empresa desenvolve uma série de iniciativas voltadas à preservação ambiental, como o monitoramento de emissões e reaproveitamento de água, além de atuar fortemente na promoção da economia circular, através do coprocessamento de resíduos e uso de substitutivos minerais.

Redução de emissão de CO2

A LafargeHolcim Brasil acredita que a descarbonização da indústria do cimento traz benefícios operacionais, econômicos e ambientais. Ações para reduzir emissões são prioridade para a empresa, sendo fundamentais para a consolidação de um processo industrial mais sustentável.  A companhia investe em pesquisa, ações de economia circular e possui metas de descarbonização ambiciosas, entre elas atingir, a médio/longo prazo, zero emissões líquidas (net zero).

A companhia acompanha atentamente os indicadores relacionados à emissão de carbono e as informações geradas por esse monitoramento são pauta de fóruns e reuniões, envolvendo desde o nível operacional até a alta administração. Por meio do coprocessamento de resíduos, hoje, a empresa trabalha com uma matriz de combustíveis com mais de 50% de combustíveis alternativos. Para 2022, está prevista utilização de mais de 350 mil toneladas de biomassa como combustível alternativo para os fornos de clínquer, evitando a utilização de mais de 200 mil toneladas de combustível fóssil tradicional.

Dos resíduos gerados pela LafargeHolcim, prioriza-se a destinação via reciclagem e, em seguida, o coprocessamento, mantendo adesão direta à Política Nacional de Resíduos Sólidos, representando mais de 90% da geração e evitando que sejam encaminhados para aterros sanitários e incineradores. A empresa ainda recebe resíduos de outras indústrias e centros urbanos.

Além de investir para reduzir as emissões nos seus processos de fabricação, a LafargeHolcim desenvolve pesquisas e tecnologia para oferecer soluções sustentáveis a seus clientes. Desde 2020, a empresa disponibiliza no mercado brasileiro o Concreto Verde (EcoPact), da marca Holcim, com redução de cerca de 50% nas emissões de CO2.

Do total de cimento produzido pela empresa, mais de 50% já apresentam emissão de CO2 abaixo de 430 kg CO2/ton cementitious, bastante abaixo da média do mercado nacional.

Consumo consciente e reaproveitamento de água

A LafargeHolcim também investe em meios para reduzir a captação de água em suas operações. Os recursos hídricos são usados principalmente no resfriamento de equipamentos e a companhia trabalha com sistemas de recirculação de água. Por meio do reaproveitamento da água, gera-se uma redução em torno de 90% na captação.

Além disso, a companhia investe em métodos de captação de água da chuva, promove campanhas sobre o consumo consciente com seus colaboradores, dentre outras medidas, que tem como objetivo trazer maior eficiência para o uso interno deste recurso natural.

Recuperação de biodiversidade das minas

Na mineração, a LafargeHolcim tem o compromisso de recuperar totalmente a área utilizada. Para tal, desde o início das operações, a empresa dispõe do estudo de recuperação daquela área. A cada ano, acompanha-se o quanto a atividade na mina avançou e quanto em termos de recurso financeiro é preciso provisionar para a recuperação da área explorada no fim de sua vida útil. Um exemplo deste compromisso é a recuperação da mina em Ipanema-SP, na qual a empresa finalizou suas operações na década de 2000, reconhecida pelo Ibama como destaque no Brasil.

Durante a atividade das minas, a empresa recupera as áreas florestais do entorno, realizando a revegetação, plantando espécies nativas e promovendo o retorno de espécies animais. Esse trabalho de recuperação da biodiversidade é medido e os resultados acompanhados periodicamente.

Sobre a LafargeHolcim 

A LafargeHolcim Brasil atua no país desde 1951 com um claro compromisso com a sustentabilidade, sendo uma das principais empresas do setor de materiais de construção, com foco em cimento, concreto e agregados. A companhia se juntou à iniciativa da Science Based Targets (SBTi) “Business Ambition for 1.5°C”, tornando-se a primeira empresa mundial da indústria de construção a assinar o compromisso de zerar as emissões líquidas de carbono até 2050 e com metas intermediárias até 2030. Seus produtos e soluções inovadores são utilizados em diferentes projetos de construção, de moradias populares às maiores e mais tecnicamente desafiadoras obras de infraestrutura do país. Em 2022, a LafargeHolcim conquistou, pelo segundo ano consecutivo, a certificação Great Place To Work (GPTW), importante reconhecimento das políticas de valorização da companhia voltadas para seus colaboradores. Com cerca de 1.400 empregados, a companhia tem um parque industrial distribuído em três das cinco regiões do país: Sudeste (SP, RJ, MG e ES), Nordeste (BA e PB) e Centro-Oeste (GO), com 24 unidades no Brasil.

Mais informações: site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *