Sarampo coloca em alerta autoridades de saúde – doença é nove vezes mais contagiosa do que o novo coronavírus

Medo de sair de casa por conta da pandemia de Covid-19 faz com que população deixe de se vacinar
O número de casos de sarampo em 2020 é seis vezes maior do que em 2019 inteiro. No Brasil, o estado do Pará concentra mais da metade dos casos confirmados, seguido de Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Ao todo, a doença está presente em 20 estados e no Distrito Federal.
“O medo de sair de casa pela questão do risco da Covid fez com que boa parte da população abandonasse as vacinações”, explica Mariana Carvalho, biomédica do Laboratório e Clínica Lach, no Jardim Botânico.
O sarampo pode ser transmitido pela tosse ou espirro, por exemplo. Os principais sintomas são febre, irritação nos olhos e manchas vermelhas pelo corpo. Segundo o Ministério da Saúde, uma pessoa infectada pode transmitir o sarampo para até 18 pessoas. A doença é nove vezes mais contagiosa do que o novo coronavírus.
“A recomendação do Ministério da Saúde é que as crianças recebam três doses da vacina: a primeira aos seis meses de idade. Adultos que não sabem se foram imunizados na infância também precisam se vacinar”, enfatiza Mariana Carvalho, biomédica do Laboratório e Clínica Lach, no Jardim Botânico.
O sarampo está infectando principalmente os adultos entre 20 e 29 anos. Mas o grupo mais vulnerável são as crianças. Quatro morreram em 2020. Para conter o avanço dessa doença, a meta do Ministério da Saúde é imunizar, no mínimo, 95% dos menores de dois anos. Em 2019, a cobertura chegou a 91%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *