Urias mostra tudo o que sente e pensa com o aguardado FÚRIA

 Cantora lança a segunda parte do projeto trazendo toda a sua intensidade com sons viscerais e letras necessárias

 

Urias já é um grande destaque no cenário musical. Sua personalidade, letras e mensagens trazem um único propósito: ser ouvida. Para dar mais ênfase, ela lança hoje (13), a tão aguardada segunda parte do seu álbum de estreia. “FÚRIA” chega para dar continuidade à primeira parte lançada no mês de maio de 2021, trazendo como temática central a sua força perante os obstáculos que ela enfrentou e continua enfrentando.

Após a primeira parte ter trazido músicas como “Peligrosa”, “Foi Mal” e “Racha” e ter sido bastante elogiado pela sua originalidade e versatilidade, a segunda parte do projeto traz oito novas canções — contando com intro e interlude. As músicas da primeira parte serão adicionadas às músicas da segunda, dando forma completa ao “FÚRIA”, álbum de estreia da artista com 13 faixas.

Com mensagens reflexivas e letras que falam sobre comportamento, desejos, empoderamento e sobrevivência, além de parcerias com grandes nomes do cenário, tais como Vírus, Hodari, Charm Mone, Monna Brutal e Ebony, fazem de “FÚRIA” um álbum muito singular e marcante para a carreira da artista, dando ênfase ao grito inicial trazido na primeira parte do projeto. A produção do disco foi feita pelos produtores Rodrigo Gorky, Maffalda e Zebu.

Urias não apenas canta, como também participa do processo criativo do álbum e assim como a sonoridade presente, que faz jus ao cenário estético do trabalho. Além de assinar as composições, ela traz timbres de R&B, hip hop e cinema noir — estéticas e sons que a cantora é completamente apaixonada e se inspira – caindo como uma luva já que reflete a sua personalidade. “Com esse álbum pude mostrar que sou humana, que sinto (e muito), e que sinto principalmente raiva. Pude falar sobre o que esse sentimento desencadeia em mim por várias camadas, tudo que ele me trouxe, e tudo que ele me levou. Cada faixa fala sobre um aspecto da raiva.

Convidei para participar do álbum artistas que, pra mim, simbolizam o futuro, e que nossas vivências se atravessam através da raiva e de vários outros sentimentos. Sonoramente eu continuo com a minha identidade mas sempre dando o próximo passo. É bastante experimental, tem muita influência do rap/hip hop atual e reflete muito como estava me sentindo quando fizemos, tanto nas bases quanto nas letras.

Nosso trabalho ficou muito mais a frente do que imaginávamos”, afirma Urias.

FÚRIA é um mergulho profundo na arte da Urias e mostra claramente toda a evolução artística que ela teve desde Diaba. Trabalhar neste álbum foi incrível já que não é sempre que temos a oportunidade de produzir uma obra tão pessoal e falar sobre temáticas importantes que não são corriqueiras na música contemporânea brasileira.

Nós continuamos a seguir a linha sonora dos trabalhos anteriores da Urias e pudemos expandir ainda mais o som experimental que já é tão característico da artista. E embora as nossas referências sejam diversas para este álbum, o resultado final é bastante coeso e exemplifica muito bem a fúria do título.

Realmente acredito que ‘FÚRIA‘ é um dos álbuns de estreia mais fortes e potentes dos últimos tempos. Ele concretiza o fato de que a Urias veio para ficar e tem muito a dizer”, complementa Rodrigo Gorky, produtor musical da Urias.

Touro é o animal escolhido para simbolizar a própria FÚRIA. É ele com sua força física e visceral quem desperta a criatividade de Urias numa mistura de yin-yang, força x vulnerabilidade, suavidade x agressividade. E é exatamente o que a artista quis trazer no álbum, de que temos diversos sentimentos dentro de um único corpo e que faz parte do processo natural exteriorizarmos todos eles.

Urias possui mais de 350 mil ouvintes mensais nas plataformas digitais, 27 milhões de visualizações em seu canal oficial do YouTube. Nas redes sociais, são mais de 600 mil seguidores e fãs que a acompanham.

Confira a tracklist do álbum e o faixa a faixa:

FÚRIA

Faixa a faixa do álbum:

Intro — o ouvinte é levado para o universo do FÚRIA já nos quinze primeiros segundos. Urias deixa nítido na intro que sabe que vai ser considerada uma pessoa ruim depois de ouvirmos o álbum. Um relógio fazendo o countdown está presente na intro.

Pode Mandar feat. Vírus — Urias clama por querer as coisas de imediato, tem pressa de viver pois não sabe se amanhã vai estar viva. A raiva e medo são trazidos nas letras, com mensagens fortes e diretas sobre como o comportamento do mundo lhe causa ódio, como também, o seu passado ainda causar raiva e, em algumas vezes, querer vingança. Vírus traz toda a sua irreverência, questionando sobre o valor de cada pessoa e as inseguranças de todo ser humano e a briga interna que temos com o relógio do tempo.

Racha – traz a fúria experimentada quando o seu tipo de corpo é subestimado, enquanto evidência na letra que na verdade seu corpo (colocado como máquina) é mais evoluído. Na canção, Urias mostra que possui uma força extrema e que não pode ser desafiada ou subestimada. Ao decorrer da canção, ela traz palavras como “combustível” e “fatal”, dizendo que a burrice dos outros será uma motivação para ela sempre seguir em frente.

Foi Mal – é a fúria de engolir o próprio orgulho e reconhecer o erro. Aqui Urias mostra o seu lado mais vulnerável e os danos causados pela falta de reciprocidade e o final que muitas coisas e laços podem nos causar em curto ou longo prazo. Tudo isso ao som de instrumentos retrôs e uma vibe oitentista.

Aposta — Com uma mistura de diversos ritmos, Urias traz o papo reto sobre homens que acham que conseguem o que querem ou que mentem para ganharem fama de bad boys. Na música, Urias mostra que eles não conseguem lidar com ela.

Cadela – a raiva de ser julgada e diminuída por ser mulher. Aqui Urias mostra que a mulher é dona de si e mostra que os homens devem obedecê-la.

Explícito feat. Hodari — uma vibe mais intimista e R&B, Urias clama por uma paixão ardente, pelo fogo, deixando nítido que não quer se envolver sentimentalmente. Hodari junta-se para mostrar que está disposto a ser a paixão ardente da artista.

Interlude — a artista traz um áudio sobre a raiva e que sempre deu o seu máximo para seguir os seus sonhos e, mesmo assim, a desigualdade de gênero e valorização andam lado a lado, como também, as métricas para o parâmetro do sucesso.

Classic feat. Charm Mone — com frases em inglês e mesclando com o português, aqui Urias e Charm Mone falam sobre uma vida luxuosa e rimam a respeito das pessoas quererem uma vida igual a delas e ostentarem. É uma faixa trazendo um clássico hip hop com uma pegada mais fresh.

Peligrosa – aborda a fúria de ser interrompida em momento de ápice. Na canção, Urias traz palavras em espanhol (idioma que é apaixonada) e mostra o quanto perigosa ela é e que não quer ser atrapalhada em momento algum.

É Tudo Meu — Em uma vibe mais deepstep , aqui ela canta sobre ser o próximo passo e de que as pessoas saberão cada vez mais quem ela é. Ela fala sobre tudo pertencer a pessoas como ela.

Maserati feat. Monna Brutal e Ebony – a fúria carnal e do sexo como válvula de escape e a sua intensidade. Monna Brutal e Ebony trazem as suas rimas para o jogo e elevam a canção, fazendo com que as mulheres estejam em posição superior aos homens — principalmente os fracos.

Tanto Faz — o primeiro single do novo trabalho vem com uma pegada sonora mais leve, mostrando a potência vocal da artista. Liricamente, fala sobre as inseguranças e vulnerabilidade da artista que muitas pessoas não conhecem ou sequer imaginam.

Escute aqui o álbum

Ficha técnica

Intro

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Zebu

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Pode Mandar Ft Vírus

Intérpretes: Urias, Vírus

Autores: Urias, Vírus, Zebu

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – Teclados

Maffalda – Bateria

Gorky – Baixo

Racha

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Zebu, Maffalda, Gorky, Number Teddie

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

Foi Mal

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Zebu, Gorky, Maffalda, Hodari, Number Teddie, Turbotito

Produzido por: Brabo & Turbotito

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – guitarra

Turbotito – Baixo

Aposta

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Zebu, Maffalda, Gorky, Number Teddie, Charm Mone

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

Cadela

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Zebu, Maffalda, Gorky, Number Teddie, Rafael Stefanini

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

Explícito Ft Hodari

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Zebu, Gorky, Maffalda, Hodari, Arthur Marques, Iberê Fortes

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

Interlude

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Maffalda

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

Classic

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Zebu, Gorky, Maffalda, Number Teddie, Charm Mone

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

Peligrosa

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Maffalda, Number Teddie

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

É Tudo Meu

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Maffalda, Gorky, Number Teddie, Charm Mone

Produzido por: Brabo

Músicos:

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

Maserati ft Monna Brutal e Ebony

Intérpretes: Urias, Monna Brutal, Ebony

Autores: Urias, Zebu, Maffalda, Gorky, Monna Brutal, Ebony

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Maffalda – bateria

Gorky – baixo

Tanto Faz

Intérpretes: Urias

Autores: Urias, Zebu, Rafael Stefanini, Gorky

Produzido por: Brabo

Músicos:

Zebu – teclados

Gorky – Guitarra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *