A Cia La Gestual estreia, no Sesc Santana, “A Vida dos Salmões”, da premiada autora espanhola Itziar Pascual

De 01 a 29 de julho, sempre aos domingos, das 14h às 15h, o Sesc Santana  apresenta a peça infantil “A Vida dos Salmões”. A montagem fica a cargo da Cia La Gestual, que traz pela primeira vez ao Brasil um texto de Itziar Pascual, dramaturga espanhola conceituada em toda Europa, com uma obra extensa, vencedora do 16º SGAE Children’s Theatre Award com a dramaturgia de La Vida de los Salmones.

A peça conta uma história que se passa no mundo da imaginação e dos sonhos. Adrienne é uma adulta, que faz inúmeros esforços para que Aura, uma menina de sete anos, consiga dormir. Aura vê monstros, ogros e perguntas na parede todas as noites, mas se tranquiliza depois que Adrienne lhe conta estórias e entoa canções de ninar. Aura e Adrienne estão sempre acompanhadas de uma bailarina, personagem etéreo que cuida dos sonhos e luta com monstros e tempestades. Durante sete dias, no verão, entre o anoitecer e amanhecer, uma narrativa poética mistura o mundo da fantasia com a realidade do cotidiano das personagens, e fala sobre o cuidado que recebemos e que desejamos um dia retribuir.

Esta é uma obra que quer cantar, dançar e narrar a vida; porque quando cantamos, dançamos e contamos histórias, honramos a vida. (…) “A vida dos Salmões” fala da cumplicidade entre os que não querem dormir e os que sussurram canções e contos para que o sono chegue logo, afastando medos, fazendo companhia durante as noites de febre, cuidando. Esta é uma obra que fala do cuidado, de sua importância; um cuidado que tem sido, com frequência, depositado nas mulheres. Também é uma obra que fala da importância das cuidadoras serem cuidadas…

Escrevi “A vida dos salmões” com o desejo de honrar esse espaço de intimidade e emoção que é a vigília. Agradeço a Elisa de Oliveira, que conheci há muitos anos, na RESAD de Madrid, que teve a coragem dos salmões para criar esta peça e o cuidado de traduzi-la e estreá-la no Brasil. Que disfrutem. Itziar Pascual

Itziar Pascual, a autora e sua obra

Autora de “A Vida dos Salmões”, Itziar Pascual nasceu na Espanha, onde vive e trabalha atualmente. É dramaturga, pedagoga, professora, pesquisadora e jornalista. Conceituada e renomada em sua profissão, Itziar já escreveu mais de quarenta peças de teatro, e na Espanha, ganhou 8.000 euros no XVI Prêmio SGAE de Teatro Infantil, além da publicação do texto na Série Sopa de Libros, que o grupo Anaya publica em colaboração com a Fundação SGAE.

Sobre a obra, Pascual deu uma entrevista ao El Diário, da Espanha, em que pontua que “Adrienne e Aura enfrentam seus medos à noite com canções de ninar e histórias, é nesse ato de criar e imaginar quando enfatizo que as ficções podem nos salvar, curá-las. (…) Às vezes nos sentimos exaustos, como o salmão em combate com o rio, e avançamos contra a correnteza, os adultos enfrentam fadiga e pressa, e as crianças, o medo“,

Reconhecida por lançar luz na questão do feminino das artes, nos textos, na dificuldade maior que as mulheres têm de montar suas produções literárias e teatrais a autora elege o tema nos textos que escreve e faz a análise no depoimento que deu a Laura Esteban Aranque em “Conversas sobre teatro e feminismo: o pessoal é político”, no Cuadernos de Aleph: “Como não dizer que o patriarcado é um sistema de exploração insuportável? (…) Como uma mulher estudante que acessou diferentes fases do conhecimento, uma das coisas que aconteceram comigo é que eu não tive acesso à minha própria genealogia de pensadores, escritores, artistas, filósofos, jornalistas. Houve um metonímia indigna que consistiu em tomar a parte masculina pelo todo (…)”.

Para a escritora, o papel do dramaturgo é sempre o de escutar e observar com atenção o seu tempo e o mundo que o rodeia, para não cair nas armadilhas, e para reforçar a escuta e evocação do presente.

Em “A vida dos Salmões”,  estão em cena três personagens femininas. Na peça, a influência das mulheres é vital, enquanto o salmão, que dá nome ao trabalho, é um personagem fundamental em apenas uma das cenas.

Cia. La Gestual

A paulistana Elisa de Oliveira é quem capitaneia a Cia la Gestual. Formada em Artes Cênicas pela RESAD (Real Escuela Superior de Arte Dramático de Madrid) em 2005, em Madrid, na Espanha, Elisa é diretora, atriz, educadora e produtora, com 20 anos de trajetória nas artes cênicas, tendo produzido, nos últimos oito anos, espetáculos nacionais e internacionais em diversas unidades do Sesc São Paulo. Como educadora, trabalhou em ações formativas tanto no Brasil quanto na Espanha. Atualmente, dirige e atua no espetáculo infantil “Sassaré – Quem Sabe Virar Cambalhota?” em repertório nas unidades do Sesc, tanto na capital quanto interior.

Ficha Técnica

Texto: Itziar Pascual Direção: Elisa de Oliveira Elenco: Ângela Perini, Elisa de Oliveira e Lúcia Kakazu Sombras: Jean Salustiano e Marcos PintoAdereços: Marcos Pinto Desenho de Luz: Marcos Pinto Criação de vídeo: Marcos Pinto Composição e arranjos: Sidney Ferraz Piano: Sidney Ferraz Voz: Suellen Leal  Ilustração: Fabiana Salomão Figurino: Elisa de Oliveira e Marcos Pinto Costureira: Silvana Carvalho  Operação de luz:Eduardo Albergaria Operação de som: Willian Fernandez  Tradução: Elisa de Oliveira Assessoria de Imprensa: Canal Aberto/Márcia Marques

Serviço

A Vida dos Salmões

01 a 29/07. Domingos, das 14h às 15h.

(No dia 15/06 não haverá sessão, em função da Copa do Mundo)

Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo

Teatro. Capacidade: 330 lugares.

Classificação indicativa: Livre. Duração: 60 min.

Ingressos: Credencial Plena R$5; Meia Entrada R$12,50; Inteira R$25,00.

Acesso para pessoas com deficiência – estacionamento – ar condicionado.

Estacionamento – R$12,00 a primeira hora e R$3,00 a hora adicional – desconto para credenciados.

Para informações sobre outras programações ligue 0800-118220 ou acesse o portal www.sescsp.org.br

*Ingressos disponíveis em todas Bilheterias das unidades do Sesc no Estado de São Paulo a partir do dia 20/6/18, às 17h30. Entrada gratuita para crianças menores de 12 anos e idosos a partir de 60 anos. Não haverá venda online.

Funcionamento da bilheteria do Sesc Santana – de terça a sexta, das 9h às 21h30; aos sábados, das 10h às 21h; e aos domingos, das 10h às 18h45. Aceitam-se cartões de crédito e débito (MasterCard, Diners, Visa, Aura, Cabal, Elo, Hipercard, Maestro, Redeshop e Visa Electron), e cartões de bandeiras Vouchers Cultura (Alelo, Sodexo, VR e Ticket). Os ingressos podem ser adquiridos em todas as unidades do Sesc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *