Prefeitura de São Paulo abre vagas em curso de jardinagem no extremo sul da capital

Voltado à área de meio ambiente, curso capacita o aluno para a rápida geração de renda. Inscrições estão abertas e as aulas acontecem em Parelheiros, no mês de março

 

O mercado de paisagismo cresceu mais de 10% na pandemia e está aquecido com a retomada econômica. Pensando nessa tendência, a Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura, vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo da Prefeitura de São Paulo, está com as inscrições abertas para o curso gratuito de Jardinagem, do projeto EcoaSampa, que acontece em Parelheiros, zona sul da capital.

“A nossa estratégia de trabalho tem sido regionalizada, explorando as potencialidades de cada distrito da cidade de São Paulo. Parelheiros é a principal zona rural do município, buscamos capacitar a população de acordo com as características do ambiente de cada região, dessa forma, o participante terá mais oportunidades para gerar renda e empreender, desenvolvendo economicamente o território”, explica a secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

O curso de Jardinagem no Centro para Crianças e Adolescentes Ariano Suassuna, em Parelheiros, zona sul, tem início no dia 9 de março. São 35 vagas e as aulas acontecem às quartas e quintas-feiras, das 9h às 17h. As inscrições devem ser feitas pelo link.

Cada disciplina explora a temática sustentável. De curta duração, o curso de Jardinagem abordará técnicas de plantio, paisagismo, manutenção de jardins internos e externos para que os alunos tenham noções de prestação de serviços desde áreas residenciais de pequeno porte até grandes áreas empresariais ou públicas.

A qualificação tem como objetivo preparar o aluno para a rápida geração de renda e inserção no mercado de trabalho. Os conteúdos são produzidos pela Associação ProBrasil, vencedora do edital de Agricultura de Base Ecológica.

“A Fundação Paulistana acredita no potencial dos munícipes da cidade de São Paulo, levando qualificação profissional gratuita principalmente à população de baixa renda de acordo com as necessidades de cada território. Investir no desenvolvimento econômico e sustentável, além de olhar para a cidade do futuro e as tendências do mercado, é reduzir as desigualdades sociais”, destaca a diretora geral da Fundação Paulistana, Maria Eugenia Ruiz Gumiel.

Sobre a Fundação Paulistana

A Fundação Paulistana de Educação Tecnologia e Cultura, vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, da Prefeitura de São Paulo é responsável pela Escola Municipal de Educação Profissional e Saúde Pública Profº Makiguti e pelo Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes.

A Fundação é responsável pela qualificação profissional em setores estratégicos para o município de São Paulo. Já qualificou e atendeu mais de 100 mil cidadãos em seus 17 anos de existência.

Serviço:

Cursos de Capacitação Profissional — Ecoa Sampa

Inscrições: acesse o link

Jardinagem

Início: 09/03 às quartas e quintas das 9h às 17h

Vagas: 35

CCA — Ariano Suassuna

Endereço: R. Mabel Normando, 141 – Jardim das Fontes, São Paulo – SP, 04894-450

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *